Sem categoria

Rumo ao Oscar: Birdman ou a Inesperada Virtude da Ignorância, às vezes, chega a ser genial!



Riggan Thomson é um ator cinquentão, famoso pela trilogia de filmes do super-herói, Birdman. Decadente, investe tudo o que tem numa peça em busca não da fama perdida e sim do reconhecimento artístico que nunca teve. Michael Keaton, 63 anos, eternizado pelos dois filmes sobre o Batman, que ele estrelou em 1989 e 1992, e amargando uma invisibilidade incômoda para qualquer astro. Como separar Riggan de Keaton? Impossível. E talvez tenha sido esse o maior trunfo e propósito do diretor Alejandro González Iñárritu: misturar realidade e ficção de tal forma que ninguém acabe percebendo onde começa uma é termina outra. E é isso que acontece o tempo inteiro em Birdman ou a Inesperada Virtude da Ignorância, indicado a nove Oscars.
Já de cara a gente é iludido a achar que iremos ver um filme de ficção sobre um homem com super poderes, que levita e mexe objetos com a mente. Mas logo descobrimos que tudo não passa de fantasia da cabeça de Riggan enquanto tenta montar uma peça séria na Broadway, que poderá reinventar a sua carreira. Passamos a acompanhar a cruzada de Riggan as vésperas da estréia, numa sequência de tomadas fantásticas, aparentemente quase sem cortes, nos bastidores do teatro onde o protagonista tem que conviver com uma da galeria de personagens deliciosamente desestruturados: a filha ex-depende química (Emma Stone), o ator reverenciado e psicótico (Edward Norton); a atriz à beira de um ataque de nervos com seu debut na Broadway (Naomi Watts), a crítica odiosa (Lindsay Duncan)…. E ainda ouvir a voz do personagem que o consagrou como se fosse seu Grilo Falante, a sua consciência.
Pretensioso, divertido, melancólico  Birdman ou a Inesperada Virtude da Ignorânciaalgumas vezes chega a ser genial. Mas não é perfeito! Como o seu protagonista, numa atuação inspirada de Michael Keaton. Pelo menos, pra ele, Birdman cumpriu o seu objetivo.

Anúncios

Um comentário em “Rumo ao Oscar: Birdman ou a Inesperada Virtude da Ignorância, às vezes, chega a ser genial!”

  1. Este filme é ótimo! Iñarritu fez um bom trabalho de novo. Pessoalmente desfrutei muito deste filme pelo bom enredo e narrativa. Realmente vale a pena todo o trabalho que o elenco fez, cada detalhe faz que seja um grande filme. É um dos filmes de drama mais interessantes de Michael Keaton além do filme sobre o Mc Donalds que ele estrenou no ano passado . Vale muito à pena, é um dos melhores do seu gênero. Além, tem pontos extras por ser uma historia criativa. Se vocês são amantes do trabalho desse ator este é um filme que não devem deixar de ver.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s