novelas

Suzana Pires vibra com a entrada de Marcela em Fina Estampa

FINA ESTAMPA Tereza Cristina e Marcela
Foto: Alex Carvalho/CGCOM

Marcela Coutinho (Suzana Pires) chegou com tudo à trama de Fina Estampa. Sem escrúpulos e disposta a fazer qualquer coisa por um furo de reportagem, a jornalista publicar uma matéria sobre o escândalo que gravou entre Quinzé (Malvino Salvador) e Teodora (Carolina Dieckmann). Para conseguir todos os detalhes da história, ela procura Teodora no hotel, conta que viu a briga e finge se solidarizar com a situação. A mulher de Wallace (Dudu Azevedo) acaba abrindo o coração para a jornalista que, com um gravador ligado, registra tudo. A repercussão da matéria é tão grande que Marcela, que vivia na França e acabou de voltar para o Brasil, ainda consegue uma vaga como repórter especial do Diário de Notícias.

Mas não é só a vida de Teodora que a jornalista vai infernizar. “Amiga” de longa data de Tereza Cristina (Christiane Torloni), ela vai logo mostrar que sabe jogar com as mesmas cartas que a mulher de Renê (Dalton Vigh). Ao fazer uma visita à dondoca, Marcela deixa escapar, como quem não quer nada, que, antes de retornar ao Brasil, passou por Nova Iorque e esteve com Íris (Eva Wilma). A mãe de Patrícia (Adriana Birolli) fica histérica ao ouvir o nome da tia e exige saber tudo o que elas conversaram. Cínica, Marcela garante que Íris apenas fez muitos elogios à sobrinha. Tereza Cristina, é claro, fica ainda mais desconfiada. Adorando reencontrar a personagem, Suzana Pires fala sobre sua participação na novela.

Como é a Marcela?
A Marcela é uma mulher muito ambiciosa, que passa por cima de qualquer um pra conseguir o que quer.

Que momento das gravações você se lembra com mais carinho?
Me lembro com muito carinho de Fina Estampa e da interação com o meu núcleo, que tinha a Christiane Torloni, o Marcelo Serrado e o Alexandre Nero. A gente conversava bastante nos intervalos de gravação e ríamos muito. Foi muito bom trabalhar com eles.

Quem você conheceu na novela e levou para a vida?
Eu já conhecia o Serrado, mas até então éramos só colegas. Em Fina Estampa, a gente fez uma amizade muito bacana que se estendeu pra vida. Somos amigos até hoje e parceiros de trabalho.

Como está sendo sua rotina na quarentena? Que dicas dá pra quem está em casa?
Nessa quarentena, eu precisei estabelecer um rotina. De manhã eu cuido da casa, à tarde e à noite eu trabalho, e depois assisto a alguma série antes de dormir. Acho importante também a gente ter um projeto durante esse período, seja ele qual for. Se você tiver um projeto que seja muito importante pra você, isso vai ajudar a segurar a cabeça, porque não é fácil pra ninguém ficar em quarentena. Mas tudo isso é por um propósito maior. Então, fiquem em casa.